ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Indústria e Comércio

Luvas Yeling investirá R$ 12 milhões em nova fábrica em Rio Negro

Quinta-feira, 10 de abril de 2014


O governador Beto Richa assinou nesta quarta-feira (9), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, protocolo de intenção com a Luvas Yeling para inclusão da empresa no programa Paraná Competitivo. Maior fabricante de luvas e mangas de segurança do Brasil, a empresa, que já tem unidade em Curitiba, vai investir R$ 12 milhões para instalar uma filial em Rio Negro, na região sul do estado. A nova unidade irá criar 200 empregos diretos e 100 indiretos na região. 

“Este é um momento especial pra nossa gente, ficamos felizes com a decisão deste investimento, pois vai contribuir para que Rio Negro cresça a passos largos”, afirmou o governador Beto Richa. Ele ressaltou que mais de 75% dos novos investimentos industriais feitos no Estado nos últimos três foram para o interior. “Rio Negro é mais um exemplo dessa política de interiorização dos investimentos, que garante que emprego, renda e oportunidades cheguem à população de todo o Estado”, afirmou Richa. 

A diretora da empresa, Cristina Milin Yeh, também afirmou a importância do apoio para o investimento da empresa. “O apoio do Estado é muito importante para nós, pois nossa empresa necessita de muita tecnologia e muito capital para investimento. O programa Paraná Competitivo possibilita a expansão a indústria de forma rápida”, disse ele. “Isto acelera as nossas decisões e nos deixa mais confiantes”, afirmou. 

O governador Beto Richa ressaltou que o Paraná Competitivo é o mais amplo programa de apoio aos investimentos industriais, do Brasil. Em pouco mais de três anos o Paraná Competitivo, programa que oferece incentivo fiscal e outros benefícios aos investimentos industriais que criem emprego, tragam novas tecnologias do Estado e promovam o desenvolvimento local, confirmou mais de R$ 30 bilhões em novos investimentos, com potencial para criação de 180 mil empregos em todas as regiões do Estado. 

“A expansão industrial é resultado de uma nova postura do governo, de diálogo com o setor produtivo e segurança jurídica aos empreendedores, além da criação deste grande programa para atração de novos investimentos”, disse Richa. Ele ressaltou o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Paraná, que foi de 5% em 2013 (o dobro do Brasil) e a criação de empregos com carteira assinada. “Fomos o terceiro estado que mais gerou empregos no ano passado”, afirmou. 

Para o prefeito de Rio Negro, Milton Paizani, o governo do estado ajuda na descentralização do setor produtivo e leva qualidade de vida ao interior do estado. “O Paraná ficou anos fechados a investimentos e agora está no caminho certo com o programa Paraná Competitivo, que leva desenvolvimento às cidades menores”, afirmou o prefeito. 

MAIOR FABRICANTE - Instalada no Paraná desde 1980, a Luvas Yeling tem uma filial em Manaus e é, atualmente, a maior fabricante, do Brasil, de produtos para proteção de mãos e braços no trabalho e nas atividades domésticas e de lazer. A nova unidade de Rio Negro irá produzir e comercializar luvas de menor valor agregado e alta produtividade. A nova fábrica será, também, responsável pela pesquisa e desenvolvimento de novos produtos. 

O objetivo da Luvas Yeling é tornar-se, nos próximos cinco anos, referência na América Latina em luvas de proteção. Para isso, investe no aumento de capacidade fabril, na estrutura e aloca investimentos em pesquisa e desenvolvimento. 

As luvas são utilizadas nos mais diversos setores, como a indústria automobilística, construção civil, jardinagem, indústria moveleira. A empresa fabrica também produtos exclusivos para o setor agrícola, utilizados em diversas lavouras como café, cana de açúcar e laranja. Em 2010, iniciou uma parceria com a empresa Hexarmor que fabrica produtos para proteção a corte e perfuração de agulhas. 

Fonte: Agência Estadual de Notícias

 Outras Notícias

Horário de Atendimento:

 Segunda a Sexta-Feira, das 07:30 às 11:30 - 13 horas às 17 horas.