ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Economia

Ipem fiscaliza mais de 1,5 milhão de produtos no primeiro trimestre de 2015

Quarta-feira, 22 de abril de 2015


Os agentes do Instituto de Pesos e Medidas do Paraná fiscalizaram e verificaram 1.522.299 produtos nos três primeiros meses de 2015, entre instrumentos de pesar e medir, produtos pré-medidos e com certificação compulsória. 

O Ipem-PR atua em diversas situações do cotidiano para garantir as condições de segurança, de funcionamento correto de instrumentos regulamentados pelo Inmetro e, também, para assegurar que o consumidor leve para casa a quantidade de produto indicada pelo fabricante na embalagem ou daqueles embalados longe da vista do comprador. 

O presidente do Ipem-PR, Rubico Camargo, destaca que “o trabalho dos fiscais está direcionado para orientação e fiscalização de serviços e produtos fabricados e comercializados no Estado”. Ele explica que o Instituto presta serviços de avaliação da conformidade, verificação metrológica e calibração e ensaios que beneficiam todos os segmentos da sociedade, envolvendo setores comerciais, industriais e de defesa do consumidor. 

O IPEM-PR atua nos 399 municípios do Estado, por meio das suas regionais em Cascavel, Londrina, Maringá, Guarapuava e Curitiba. As verificações metrológicas e fiscalizações dos instrumentos de medição somaram 71.798 produtos avaliados de janeiro a março de 2015. Neste grupo estão inseridos equipamentos como taxímetros, bombas de combustíveis, balanças, aparelhos para aferição da pressão arterial, cronotacógrafos (usados em ônibus, caminhões e vans para registrar a velocidade, o percurso e como ele foi feito) e radares, entre outros. 

Para Camargo, a fiscalização de instrumentos como o esfigmomanômetro – aparelho que afere a pressão arterial - é essencial, pois o desvio de leitura destes aparelhos pode levar a um diagnóstico errado. “Por isso, é importante que haja em todo o Estado um controle desses aparelhos e de tantos outros que interferem na saúde das pessoas ou que estão relacionados à segurança da população”. 

Já a verificação de produtos com a Conformidade Avaliada chegou a 1.436.924 unidades de produtos fiscalizados no mesmo período. Esta categoria inclui brinquedos, plugues de tomadas, capacetes para motociclistas, extintores de incêndio, aquecedor elétrico para aquário, cadeira plástica, mangueiras e reguladores para gás de cozinha, produtos têxteis, preservativos de uso masculino e uma infinidade de outros produtos. 

Segundo o presidente do Ipem-PR, “os fiscais verificam a presença do selo do Inmetro nos produtos que devem ter certificação obrigatória, garantindo que oferecem maior segurança do material ou objeto utilizado pela população”. 

PESO SEM ERRO – Os produtos Pré-Medidos – aqueles cuja quantidade é determinada sem que o consumidor acompanhe o processo de medição e geralmente acondicionados em algum tipo de embalagem – devem obrigatoriamente trazer no rótulo a quantidade de produto nela contido. No primeiro trimestre de 2015, o Ipem realizou 13.356 avaliações preliminares e exames. 

Os produtos pré-medidos são fiscalizados nas indústrias e locais de revenda, e também nos laboratórios do Instituto. Estes exames avaliam a temperatura dos produtos em volume, a embalagem em seu aspecto formal, além do peso da embalagem vazia. Os congelados são submersos em água a 20ºC para descongelamento parcial, e os drenados passam por processo de escorrimento para avaliação de seu conteúdo efetivo de produto, sem a calda ou salmoura, compondo exames mais detalhados por suas próprias características e necessidades. 

Os produtos da cesta básica receberam uma atenção especial dos agentes do Ipem-PR, que examinaram neste período 3.590 itens que compõem a cesta, como açúcar, arroz, feijão, café, farinha de trigo, macarrão, manteiga, leite, biscoitos, óleo de soja e sal. Na cesta básica, o número de reprovações não passou de 43 produtos, representando 0,95% do total fiscalizado. 

“Percebe-se que há uma preocupação por parte dos fabricantes e comerciantes em se adequar às normas do Inmetro e, com isso, oferecer uma maior exatidão do peso e quantitativo dos produtos oferecidos no comércio, além da conscientização em trazer o selo do Inmetro em outros”, avalia o presidente do Ipem-PR. 

Em caso de dúvidas ou denúncias o cidadão pode entrar em contato com a Ouvidoria do Ipem pelo 0800 645 0102, ou pela internet, no site www.ipem.pr.gov.br, ou através do e-mail ouvidoria@ipem.pr.gov.br 

Fonte: AEN - Agência de Notícias

 Outras Notícias

Horário de Atendimento:

 Segunda a Sexta-Feira, das 07:30 às 11:30 - 13 horas às 17 horas.