ÚLTIMAS NOTÍCIAS / praias do Paraná

Quatro pontos estão impróprios para banho nas praias do PR

Quinta-feira, 23 de dezembro de 2010


O número de pontos impróprios para banho aumentou no Litoral do Paraná no segundo Boletim de Balneabilidade da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema). Quatro, dos 44 pontos avaliados pelo órgão nas praias parananeses, foram classificados como impróprios, ou seja, o veranista não deve entrar no mar nesses locais. O resultado da segunda análise foi divulgado nesta quinta-feira (23).

Na primeira análise, da última sexta-feira (17), apenas dois pontos não eram recomendados para banho. Apesar do aumento dos pontos impróprios, a maioria está adequada para banho. São 24 próprios – três a mais do que na semana anterior - e 16 que estão com bandeira amarela (alerta).

O local que recebe bandeira amarela está liberado para a entrada no mar, porém, o veranista deve evitá-los se tiver chovido forte no período de 24 horas antes. A bandeira azul é colocada quando o ponto está liberado e a vermelha quando está impróprio.

Ao todo, foram três pontos reprovados em Guaratuba e um em Matinhos. Os dois pontos que estavam impróprios na semana passada continuaram com bandeira vermelha nesta semana. Um deles está em Matinhos, próximo ao Mercado de Peixes, e o outro em Guaratuba, na Praia de Caieiras, próximo à Rua Frederico Nascimento.

Os outros dois locais que não são recomendados para banho nesta semana estão na Prainha, 80 metros à esquerda do córrego, e na Barra do Saí, nas proximidades da Rua Guairacá - ambos em Guaratuba. Essas duas localidades tinham recebido bandeira amarela na análise anterior.

De acordo com o secretário de Estado do Meio Ambiente, Jorge Callado, os fatores que contribuíram para o aumento dos pontos impróprios foram as chuvas fortes que caíram nas praias e a falta de ligação à rede esgoto da Sanepar de parte da população. “Em locais como Caieiras e a Prainha, em Guaratuba, fica claro que o aumento dos veranistas nas praias foi responsável pela piora, pois muitos imóveis ainda não estão ligados à rede de esgoto”, afirma o secretário. Quando não há ligação, os dejetos não são tratados e chegam aos rios e mares, o que causa a piora da balneabilidade.

Callado disse que a Sanepar e o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) estão fazendo o levantamento de quantos imóveis ainda não regularizaram o esgoto. Na próxima semana, os proprietários desses imóveis começarão a ser orientados sobre a necessidade de regularização do esgoto. Depois podem ser notificados sobre os problemas pela Sanepar e também pelo IAP e pela Força Verde. E, caso não tomem providências para que as casas e estabelecimentos comerciais sejam ligados à rede, poderão ter o abastecimento de água cortado pela Sanepar.

Rios

Dois dos cincos pontos de rios avaliados pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos não são recomendados para banho. A localidade da Ponta da Pita, em Antonina, foi classificado como impróprio na semana passada - era o único ponto reprovado – e continuou com bandeira vermelha na segunda análise.

O segundo ponto reprovado nessa semana está no Rio Nhundiaquara, em Morretes, nas proximidades do Largo Lamenha Lins. Anteriormente, o ponto havia recebido bandeira amarela.

Outros dois pontos de rios avaliados são recomendados para banho e um recebeu bandeira amarela.

Fonte: Gazeta do Povo

 Outras Notícias

Horário de Atendimento:

 Segunda a Sexta-Feira, das 07:30 às 11:30 - 13 horas às 17 horas.