ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Poupar e investir

Só 39% dos brasileiros têm o hábito de poupar e investir

Segunda-feira, 31 de janeiro de 2011



A recomendação de poupar parte do salário não é seguida pela maioria dos brasileiros. Foi o que revelou uma pesquisa da consultoria GfK CR Brasil, feita para a corretora BanifInvest. O estudo mostrou que 39% dos entrevistados não têm o hábito de poupar e investir. Foram ouvidas mil pessoas de todas as classes sociais em 12 regiões metropolitanas do Brasil, no fim de 2010.

Na faixa mais alta de renda, o índice dos que poupam sobe para 47% e recua para 31% nas classes mais baixas. Os homens investem mais do que as mulheres, aponta o estudo: 43% deles fazem investimentos, enquanto que 36% das mulheres poupam dinheiro.

Quarenta e quatro porcento dos entrevistados disseram que pretendem investir nos próximos 12 meses. Esse porcentual é maior entre os mais ricos, 49% (40% as classes C e D). Os jovens também são os mais animados para poupar em 2011. Cinquenta e quatro porcento dos entrevistados entre 18 e 24 anos e 52% entre os de 25 a 34 anos vão economizar dinheiro e investir.

A pesquisa apontou ainda que é baixo o número de investidores na bolsa, 4%. A preferência por ações está concentrada na população de renda alta, com 7%. As classes C e D têm apenas 1%.

Poupança

Com 150 anos, a caderneta de poupança lidera a preferência dos brasileiros. Entre os mais ricos, 59% aplicam nesse investimento. O índice sobe para 68% nas classes mais baixas. O interesse por imóveis empata entre ricos e pobres, com 25%.

Para 2011, os brasileiros das classes A e B devem aplicar em fundos (11%), bolsa (7%), Tesouro Direto (3%), e previdência privada (2%). Os pertencentes às classes C e D vão variar entre fundos (4%), bolsa (1%) e Tesouro Direto (1%).

Fonte: O diário de Maringá

 Outras Notícias

Horário de Atendimento:

 Segunda a Sexta-Feira, das 07:30 às 11:30 - 13 horas às 17 horas.