ÚLTIMAS NOTÍCIAS / VIAGENS TÉCNICAS

Viagens técnicas do Tribunal somam 207 mil quilômetros em 2010

Terça-feira, 08 de fevereiro de 2011


Os técnicos do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) realizaram 267 viagens de fiscalização e qualificação técnica em 2010. Os trajetos nas estradas somam 207 mil quilômetros, distância suficiente para ir de Paranaguá (Litoral) a Foz do Iguaçu (Oeste) 280 vezes. Ou dar cinco voltas ao redor do planeta. “Como possuímos sede apenas em Curitiba, os deslocamentos para o Interior são essenciais, porque garantem um controle efetivo sobre o uso do dinheiro público nos 399 municípios do Estado”, afirma Simone Manassés, diretora-geral do Tribunal.

Para a efetividade do trabalho, a frota de 27 carros utilizada nas viagens precisou ser inteiramente modernizada nos últimos dois anos. Em janeiro, o TCE completou a troca dos veículos, ao apresentar 15 modelos novos. Eles substituíram modelos de cinco anos atrás, com 140 mil quilômetros rodados, em média. Dos R$ 706 mil gastos na compra, metade foi repassada pelo programa que investe na modernização dos órgãos de controle externo brasileiros, o Promoex. O restante veio da venda dos carros antigos à concessionária.

Londrina (33 viagens), Maringá (26), Cascavel (24) e Paranaguá (20) lideram a lista dos destinos mais visitados no ano passado (confira no mapa). Geralmente os eventos de qualificação, promovidos pela Escola de Gestão Pública do Tribunal, ocorrem em cidades-polo como essas, atraindo gestores de todos os municípios daquela região. “Em algumas viagens de fiscalização, pode ocorrer de o analista contábil precisar fazer uma escala em pequenos municípios próximos, onde busca informações dos fornecedores de uma Prefeitura e cruza os dados”, explica Mario Cecato, diretor de Contas Municipais.

A unidade do TCE, que analisa as contas das Prefeituras e Câmaras paranaenses, fez 30 viagens no período. A fiscalização de órgãos estaduais, competência das sete Inspetorias de Controle Externo do Tribunal, demandou 146 percursos na estrada. Já as auditorias somaram 34 deslocamentos. Foram três visitas a Toledo (Oeste), onde o trabalho foi verificar um programa de desenvolvimento sustentável, além de trajetos até Guaíra (Oeste), Guarapuava (Centro-Sul) e União da Vitória (Sul), para auditar práticas de gestão florestal.

A socióloga Adriana Domingos participou de outras cinco viagens na auditoria sobre o saneamento básico nas três regiões metropolitanas do Estado (Curitiba, Londrina e Maringá), que cobriu 22 municípios e durou cerca de um mês. Gestores de 31 estações de tratamento de esgoto foram entrevistados sobre as políticas tarifárias, condições de operação e investimentos em cada uma delas. “A oportunidade de avaliar os bens e serviços locais por meio das viagens permite uma análise da eficácia e da efetividade dos programas e políticas públicas, algo que vai além dos aspectos econômico-financeiros, formais ou legais”, destaca a servidora.

Texto e infografia: Ivan Sebben
Foto: Valquir Aureliano

Coordenadoria de Comunicação Social TCE/PR

Fonte: TCE PR

 Outras Notícias

Horário de Atendimento:

 Segunda a Sexta-Feira, das 07:30 às 11:30 - 13 horas às 17 horas.