ÚLTIMAS NOTÍCIAS / CULTURA

Mistura de escolas de samba viraria Carnaval dos sonhos em SP

Terça-feira, 01 de março de 2011


   Se uma escola entrasse na avenida às 23h15 desta sexta-feira, quando começa o Carnaval de São Paulo, com a comissão de frente da X-9 e a bateria da Vai-Vai tocando o samba-enredo da Gaviões, não seria um samba do crioulo doido.

   Sobe para 17 o nº de mortos em acidente com trio elétrico
Blocos levam 450 mil às ruas do Rio no final de semana
Barracão da Pérola Negra alaga durante chuva em SP

Seria, pelo contrário, o desfile da escola dos sonhos de qualquer folião que acompanhou o Carnaval paulista durante os últimos dez anos.

A conclusão é possível pela análise das notas dadas ao grupo especial na última década (2001-2010). Com base nas médias do período, a Folha montou, quesito por quesito, uma escola de samba ideal. O mesmo foi feito com o Carnaval do Rio.

Só foram consideradas escolas que participaram em mais da metade dos desfiles. O resultado, como em todo bom desfile, foi apertado.

 No Anhembi, em São Paulo, a escola dos sonhos entraria na avenida com a comissão de frente da X-9, a melhor média no decênio.

Os carros alegóricos seriam criados pela Mocidade Alegre. A escola, que usou no ano passado roupas que piscavam luzes vermelhas e azuis, também faria as fantasias e cuidaria do andamento do desfile (evolução). Com três títulos, a agremiação foi a maior campeã da década.

O samba-enredo seria escrito pela Gaviões, mas a bateria da Vai-Vai, a única nota dez durante toda a década, é quem daria o ritmo.

O entrosamento entre o canto e a bateria (harmonia) também seria comandado pela Vai-Vai, que ainda emprestaria à escola ideal o casal de mestre-sala e porta-bandeira, único nota dez.

Já o tema do desfile seria escolhido pela Mancha Verde, que teve o melhor aproveitamento no quesito enredo nos seis anos em que desfilou no grupo especial.
No Rio de Janeiro, a escola dos sonhos já (quase) existe.

A Beija-Flor, maior campeã da década com cinco títulos, tem as melhores médias em nove dos dez quesitos avaliados. Só fica atrás da Mangueira no enredo, por menos de dois décimos.

As escolas campeãs são unânimes ao explicar o bom desempenho que tiveram em dez anos: é tudo fruto do trabalho duro da comunidade durante o ano. A partir de sexta, elas prometem defender com afinco suas posições na agremiação dos sonhos.

Fonte: UOL

 Outras Notícias

Horário de Atendimento:

 Segunda a Sexta-Feira, das 07:30 às 11:30 - 13 horas às 17 horas.