ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Reforma de postos de fiscalização sanitária

Governo investe R$ 1 milhão em reforma de postos de fiscalização sanitária

Terça-feira, 19 de julho de 2011


A Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab) está destinando R$ 1 milhão, em recursos do governo do Estado, para reformar os postos de fiscalização sanitária e fitossanitária instalados nas fronteiras interestaduais. Dos 33 postos existentes, terão prioridade os que apresentam problemas de infraestrutura, os que estão em locais de maior risco sanitário e os localizados nas fronteiras entre o Paraná e os estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo. Nessas localidades, passa maior volume de animais, produtos e subprodutos de origem animal e vegetal que precisam ser controlados na entrada.

Na próxima semana, uma equipe do Departamento de Fiscalização e Sanidade Agropecuária da Seab, composta por um médico veterinário e um engenheiro agrônomo, mais um engenheiro responsável por obras da Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar), vai percorrer os postos que serão contemplados nessa primeira etapa das reformas e identificar suas necessidades.

As reformas visam melhorar as condições de trabalho dos técnicos que fazem a fiscalização e o controle da entrada de animais, produtos e subprodutos de origem animal e vegetal vindos de outros estados, explicou o médico veterinário Rafael Gonçalves Dias, responsável pela área de Trânsito Animal do Defis.

Entre as prioridades para a Divisão de Defesa Sanitária Animal (DDSA) nos postos interestaduais está o controle e a fiscalização da entrada de animais suscetíveis no Estado, como os pequenos ruminantes (ovinos e caprinos), suídeos (suínos e javalis) e bovídeos (bovinos e bubalinos). O controle do trânsito de animais, seus produtos e subprodutos é de fundamental importância para evitar a difusão de enfermidades, justificou Gonçalves Dias.

As operações de fiscalização do Serviço de Inspeção do Paraná (SIP), Fiscalização de Insumos Agrícolas (DFI) e a Divisão de Defesa Sanitária Vegetal (DDSV) também estarão atuantes nesses postos.

Os postos de fiscalização sanitária e fitossanitária que estão nas divisas com os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, e que possuem maior movimento de entrada de animais, provavelmente serão contemplados pelas reformas, explicou o técnico.

As reformas serão feitas nas instalações para permitir áreas destinadas às atividades técnico-administrativas e também a áreas de descanso e cozinha, já que os técnicos que trabalham nas fronteiras trabalham num regime de 12 horas e a legislação exige a adequação dessas áreas.

PARANAVAÍ – No núcleo regional da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento de Paranavaí está sendo realizado nesta terça-feira (19) um curso de aprendizado e reciclagem para cerca de 50 funcionários do Defis que vão atuar nas barreiras interestaduais. São técnicos recém-admitidos pela Seab e outros funcionários mais antigos que estão fazendo o curso sobre instruções de segurança e como devem atuar na abordagem de fiscalização.

O curso está sendo ministrado pelo Batalhão da Polícia Militar de Paranavaí e também da Polícia Rodoviária Federal e Estadual. Os funcionários vão atuar em quatro postos de fiscalização na região que fazem divisa com os estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Os funcionários do núcleo da Seab em Paranavaí atuam nos postos de Porto Felício, no município de Querência do Norte; Porto São José, no município em São Pedro do Paraná; Porto Euclides, no município de Terra Rica divisa com o estado de São Paulo; Ponte Diamante do Norte que dá acesso aos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. As reformas nos postos e os cursos de capacitação darão mais eficiência ao trabalho de controle na entrada de produtos nas fronteiras.

Fonte: AGÊNCIA ESTADO

 Outras Notícias

Horário de Atendimento:

 Segunda a Sexta-Feira, das 07:30 às 11:30 - 13 horas às 17 horas.